Arquivo da tag: Iglesia Amor sin límites

Cómo es ser misionero en Buenos Aires, Argentina?

Cómo es ser misionero en Buenos Aires, Argentina?

Hola amigos! Recién hicimos una serie de podcast sobre el tema: Misionarios visionarios en Buenos Aires. Al final de 2012 venímos a esta incríble ciudad para empezar una iglesia
local, somos brasileños pero argentinos de corazón. En estos podcasts hablamos de todo que abarca la realidad misionera urbana en la ciudad porteña, si yo pudiera acceder a un contenido así antes de venir seguramente me habría ayudado un montón, así que nuestro corazón es que principalmente ustedes que tienen ganas de servir en Buenos Aires y empezar iglesias puedan tener informaciones que nosotros cuando llegamos a la ciudad no tuvimos. Hablamos de varios temas como economia, cultura, evangelismo, amistades, comida etc… para escuchar el podcast HAGA CLICK AQUI, espero que disfruten! Cualquier consulta mandános un mail a: contacto@amorsinlimites.tv
bendiciones!
Rodo y Ana
http://www.amorsinlimites.tv

 

Anúncios

Nossos primeiros dias em Buenos Aires…

Sensacional! Essa é a palavra que resume nosso primeiro mês na Argentina!
Depois de mais de 30 anos no Brasil não dá pra explicar o sentimento de “familiaridade” com Buenos Aires, nos sentimos “em casa”, por mais que tudo seja novidade e estejamos aprendendo nomes de ruas, uma nova cultura, fazendo novas amizades entre uma série de outras novidades, a sensação é de pertencer a esse lugar, nos sentimos super bem aqui! Amamos cada cm cúbico dessa cidade, até com chuva ela é linda, é engraçado que quando Deus põe um povo no seu coração você passa a ter uma simpatia exagerada com as coisas boas da cidade e uma tolerância sobrenatual com as coisas ruins dela, até um senso maior como cidadão vem junto no pacote, procuramos mantê-la limpa e damos lugar aos idosos no ônibus com alegria!
A cidade toda tem confeitarias espetaculares, a cada esquina que passo escuto os doces me chamando pelo nome, parece ser impossível emagrecer aqui, alfajor de tudo quanto é tipo, outro dia entramos numa loja de doces e parecia o paraíso na terra eu queria provar tudo, mas Deus é bom e me deu uma esposa sábia que me ajuda a dosar as compras gastronômicas.
Pra compensar as calorias adquiridas me cadastrei num serviço gratuito de bike onde é possível retirar uma bike em qualquer das estações da capital, sensacional! Fiz isso há 3 dias atrás, como era novidade me empolguei e andei muito mais do que meu condicionamento sedentário permite, o resultado eu só senti no dia seguinte quando acordei com o corpo INTEIRO doído e sentando meio de lado pra aliviar as nádegas doídas, pra piorar surgiu uma oportunidade de jogar futebol de madrugada com uns argentinos não crentes, na ânsia de conhecer a cultura e de me aproximar dos porteños sem igreja eu fui “jogar bola”, entre aspas mesmo porque depois da peregrinação de bike pela cidade eu já estava sem vigor.
Antes de sair de casa minha esposa me lembrou que eu já não estava no ápice da minha performance atlética e que tinha o joelho operado, após as recomendações de cuidar com o joelho fui para a quadra, depois de uns 20 segundos alongando senti um brusco deslocamento muscular nas minhas costas e cheguei a pensar em não jogar, mas como tinha ido até lá quis seguir com o plano, depois de alguns minutos (tipo 3) me dei conta que não tinha fôlego pra correr e pedir pra passarem a bola, tipo o famoso: “atrás, atrás” “ladrão, ladrão”, ou corria ou falava, os dois juntos era impossível, mais 1 minuto de jogo e fiz questão de jogar no gol para recobrar o fôlego, fiquei revezando linha e gol por mais uns minutos até o “motor fundir de vez”, exausto fui dormir 04:30 (há muito tempo que não fazia esse tipo de programa, “renasci”, me senti na puberdade novamente), porém hoje cedo acordei com a sensação de ter participado do UFC, todo quebrado!
Além das tentativas esportivas de aproximação com os argentinos sem igreja, uma outra coisa importante para avançar no que Deus nos chamou pra fazer em Buenos Aires é rejeitar uma série de palavras que muitos brasileiros que estão aqui nos dizem: argentino não se mistura com brasileiro, nenhum porteño vai em igreja de brasileiro, os argentinos são fechados, são mal humorados, não ficam amigos de brasileiros e etc… todas essas palavras nós ouvimos e rejeitamos lá no nosso interior. Nós amamos esse povo e temos uma visão bem diferente desse relatório “padrão” que os brazucas daqui nos apresentam, os porteños são amigáveis, simpáticos, alegres, solicitos, educados e Deus tem um propósito nessa cultura porteña. Uma coisa que tenho aprendido é que amor é uma linguagem universal, é uma necessidade de todos a despeito de nacionalidades e que não existe ninguém que resista ao amor de Deus!
Nesse primeiro mês já vimos Deus nos favorecer em uma série de coisas e na busca de alugar um imóvel definitivo aqui nos deparamos com uma série de “impossibilidades” principalmente para extranjeiros, mas vimos que situações impossíveis são somente uma oportunidade de experimentarmos milagres na nossa vida, no fim das contas conseguimos alugar um apartamento lindo numa região excelente e de uma forma que só Deus poderia nos favorecer, o versículo do momento tem sido “Se Deus é por nós quem será contra nós?” Rm 8:31
No mês passado experimentamos o começo de Mateus 19:29 “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome… agora começamos a provar a segunda parte dele “receberá cem vezes tanto…” Sabemos que isso é só o começo do que Deus pode e quer fazer, Ele não mede esforços para alcançar o perdido, mas sabemos que pra tudo o que vem pela frente é preciso muita oração, por isso colocamos no topo do blog ^ um campo para você que deseja ser nosso intercessor e quer nos cobrir em oração, é simples, você deixa seu email no campo lá de cima, clica em Subscribe e em seguida confirma o cadastro, depois disso vamos enviando pra você nossas newsletters com os motivos de oração e te atualizando das novidades!

Obrigado,
Deus te abençoe,

Rodolfo & Ana
www.amorsinlimites.tv
contacto@amorsinlimites.tv