Arquivo da tag: Teoria de darwin

10 RAZÕES PELAS QUAIS CREIO NA BÍBLIA!

Quando eu era criança tinha a típica mania infantil de dizer que não gostava de um alimento antes de prová-lo, afirmava categoricamente a minha mãe que detestava cebola, ela ouvia inconformada porque sabia que eu nunca tinha provado cebola e por diversas vezes tentou me convencer a ao menos experimentar para então poder dizer que não gostava, mas eu ficava irredutível em minha imaturidade. Um dia no estacionamento da igreja na hora de voltar pra casa minha mãe me deu um cachorro quente antes de entrarmos no carro, estava meio escuro e eu comi todo o cachorro quente, depois disso minha mãe perguntou se eu tinha comido tudo e se tinha gostado, e após ouvir a minha resposta afirmativa ela disse: Então você gosta de cebola porque este cachorro quente estava cheio de cebola e você não viu. Desde então eu acreditei e me conformei que realmente eu gostava de cebola e afirmava o contrário sem provar.

chico-web

O que isso tem a ver com a Bíblia?
A maioria das pessoas que afirma não crer na Bíblia, na verdade a desconhecem, muitos afirmam não crer, mas nunca provaram ler o conteúdo e tentar aplicar os princípios em sua vida pessoal pra ver se realmente funciona ou se é um blá blá blá qualquer. Interessante que os que mais duvidam da veracidade da Bíblia são justamente os que menos a conhecem, tanto seu conteúdo como sua formação! Geralmente as críticas são abstratas e evasivas: Não creio na Bíblia porque foi escrita por homens! (A pessoa não tem ideia qual ou quais homens escreveram, mas já tem na ponta da língua o veredito que não crê, e ironicamente muitos diariamente leem o horóscopo e acreditam nele, nesse caso o argumento que foi escrito por homens é descartado). Outros falam: A Bíblia foi manipulada pelos homens, seu conteúdo original foi distorcido nas traduções! Novamente a crítica evasiva, NUNCA é uma crítica específica e com propriedade, dificilmente um incrédulo vai dizer: Acho que a Bíblia foi distorcida nessa parte aqui, onde o texto original em hebraico usava esta palavra aqui que significa isso e na tradução deste idioma para esse a palavra usada mudou totalmente o contexto por isso, isso e isso… não, isso não acontece!

Fico indignado como as pessoas tem tanta facilidade pra duvidar e tanta preguiça pra averiguar! Elas repetem o mesmo comportamento imaturo que eu tinha ao dizer que não gostava de cebola sem provar primeiro! A maioria esmagadora de céticos bíblicos faz a maior confusão com a Bíblia, falam de livros apócrifos como se fosse parte da Bíblia protestante, falam da fogueira da inquisição como se Jesus a tivesse promovido e defendido, tiram pequenos trechos da Bíblia do contexto pra criar uma teoria crítica pessoal (especialmente das leis mosaicas no velho testamento), não tem a menor ideia de quantos autores a escreveram, em qual idioma, com que propósito, em qual data e contexto histórico, como foi sua formação e compilação, nada, desconhecem por completo o conteúdo e o contexto, mas ainda assim insistem em afirmar que a Bíblia é tão falsa como um “conto de fadas”…  eu lamento tamanha ignorância destas pessoas, quando digo ignorância não estou tentando ofender ninguém chamando de burro, mas de ignorante no sentido literal da palavra, de ignorar fatos, ignorar contextos e a própria história da humanidade.

Deixo aqui 10 razões pelas quais leio e creio na Bíblia:

1 – Creio na Bíblia porque seu conteúdo é específico.
Diferente de muitos livros que começam com: Muito tempo atrás… (que é muito vago) a Bíblia é específica, ela te situa no tempo e no contexto histórico, tornando possível a avaliação, verificação e legitimação dos fatos e personagens, como vemos no trecho abaixo:

Palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na terra de Benjamim; Ao qual veio a palavra do Senhor, nos dias de Josias, filho de Amom, rei de Judá, no décimo terceiro ano do seu reinado. E lhe veio também nos dias de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, até ao fim do ano undécimo de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, até que Jerusalém foi levada em cativeiro no quinto mês.
Jeremias 1:1-4

*Grandes e supostas “descobertas” científicas que afirmam absurdos de que Jesus casou com fulana, ou que era gay, ou que fez uma viagem missionária ao Havaí e depois começou a vender maconha na china (sim fui irônico) não são nada específicas, simplesmente porque um arqueólogo descobriu ossos soterrados em alguma região antiga, diversas matérias absurdas desse tipo saem em capas de revistas cientificas como se fossem uma evidência! Como é o processo? Eles cuidadosamente levam os ossos aos laboratórios científicos com tecnologia de ponta e após muita observação Buuuuum! Chegam a criativas suposições que são apresentadas a sociedade como evidências! Isso sim é vago e não tem como ser devidamente avaliado, apurado e confirmado, qualquer um pode inventar uma história bizarra sobre Jesus e dizer que isso é “a verdade”. A Bíblia diferente desses contos de fadas te dá exatidão geográfica e temporal de muitos personagens e eventos históricos.

Quantas pessoas se queixam que muitos capítulos mostram que fulano foi filho de beltrano que foi filho de ciclano e assim segue uma sequência? Pois é, graças às inúmeras genealogias podemos nos situar no tempo cronológico dos acontecimentos.

2 – Creio na Bíblia porque a história da humanidade e das civilizações não se pode negar.
Diferente do que muitos pensam a Bíblia não é um livro de regras de certo e errado, que só fala de coisas espirituais e complexas, ao contrário ela é muito prática, boa parte dela mostra Deus se manifestando através de nações, se eu quiser negar a veracidade da Bíblia teria que negar a história de muitas nações como Israel, antigo Egito, Babilônia, os filisteus e império romano entre diversos outros povos, qualquer livro de história com dados precisos vai confirmar datas, cenários e personagens. Como justificar então que os hebreus não eram mais escravos dos egípcios? Já vi céticos querendo dizer que o milagre do mar se abrir tinha sido um evento como a pororoca, ainda que fosse, além de ser muita “sorte” e “coincidência” abrir para os hebreus e fechar para os egípcios, gostaria que eles explicassem como que os hebreus chegaram à beira do mar com o consentimento dos egípcios, teriam que inventar uma boa história pra me convencer ou uma bela explicação (melhor que o da pororoca) para cada uma das pragas que aconteceram, e ainda assim, como que esse povo com milhões de pessoas sobreviveram no deserto? Sobreviveram e chegaram a Canaã… enfim, teria que negar centenas e dezenas de FATOS históricos.

Para negar a Bíblia vamos então negar o império Romano, Herodes, Pilatos, afinal não temos certeza se eles realmente existiram… ou se são personagens como o Papai Noel.

3 – Creio na Bíblia porque diversas evidências arqueológicas confirmam sua veracidade.
Ao contrário do que muitas revistas científicas tentam divulgar, a arqueologia confirma inúmeras histórias bíblicas respaldando sua veracidade, vou citar somente algumas pra não ficar um post tão extenso, mas vai muito além do que eu escrevo aqui, é só pesquisar sobre arqueologia bíblica, um assunto que a mídia não divulga.

Primeira menção de Israel fora da Bíblia:
A célebre citação do rei egípcio Merneptah: “Israel foi devastada.” foi esculpida numa placa escura de granito de mais de 2 metros de altura e foi encomendada para comemorar sua pretensa vitória sobre diversos inimigos em Canaã, incluindo Israel, encontra-se exposto no museu do Cairo, havia sido erigido em Tebas, no Egito, por volta de 1210 A.C. Isso aconteceu depois do êxodo, provavelmente na época dos juízes. Essa evidência respalda a história Bíblia do êxodo que diz que os israelitas fugiram do Egito e se estabeleceram na região que hoje inclui Israel e partes das nações árabes vizinhas.

A pedra Moabita: remonta 800 A.C, confirma o relato bíblico a respeito da dinastia de Onri e da vitória de Mesa sobre o exército de Israel liderado por um descendente de Onri, a peça se encontra no museu de Louvre em Paris.

A-pedra-Moabita-web

Obelisco de Salmaneser: retrata o domínio de um rei sobre Israel, mostra o rei israelita Jeú ajoelhando-se diante de um rei assírio Salmaneser III, o monumento que se encontra em Londres no Museu Britânico confirma a existência de dois reis Israelitas que a Bíblia diz que viveram durante os anos 800 A.C quando a Assíria dominou o Oriente Médio.

Prisma de barro de Senaqueribe: confirma que os assírios atacaram Jerusalém durante o reinado de Ezequias, exatamente como a Bíblia relata.
Prisma-de-barro-de-Senaqueribe-ok

 

Ciro liberta prisioneiros políticos: Cilindro de barro com escrita cuneiforme datado do reinado de Ciro que confirma o relato bíblico de que ele conquistou a babilônia e liberou os prisioneiros de forma que eles podiam retornar as suas terras e adorar ao seu Deus, diante dessa ação, muitos judeus retornaram a sua terra natal e começaram a reconstruir Jerusalém e seu templo exatamente como a Bíblia relata.

A maior parte da mídia não divulga e tenta manter debaixo do tapete essas evidências históricas e arqueológicas que são comprovadas e se encontram em diversos museus ao redor do mundo, no entanto fazem questão de colocar nas capas de revistas matérias sem evidências científicas. A arqueologia bíblica é uma área desconhecida pelos céticos e ignorada pela mídia, diversas peças, monumentos, escritos e artefatos que comprovam centenas de histórias bíblicas são abafadas pela mídia, Ronald Wyatt que o diga, wikipédia pode ser uma ferramenta incrível, mas quando entramos no cenário de arqueologia bíblica e evidências que sustentam a Bíblia se mostra carente de informações e superficial e evasivo na divulgação de dados já comprovados por cientistas e arqueólogos, para os jornais não é interessante notificar evidências bíblicas, é mais “lucrativo” do aspecto comercial mostrar banalidades de ex-BBB, infelizmente é assim que funciona.

4 – Creio na Bíblia porque ela é o livro mais lido, vendido e traduzido de toda história.
(e com uma grande margem de sobra do 2° colocado)
As pessoas gostam de criticar mas não conseguem superar. Disparado é o maior best-seller de todos os tempos, ninguém consegue nem sequer se aproximar da quantidade de exemplares comercializados, pessoas ao redor de todo o mundo estudam a Bíblia e aplicam em seu dia a dia as verdades da palavra de Deus. Pessoas arriscam suas próprias vidas em países onde a leitura sagrada é proibida, se fosse meramente um texto comprido e chato, fabricado e manipulado por homens não teria esse impacto mundial que se mantém geração após geração.

5 – Creio na Bíblia porque ela é a palavra de Deus para o homem.
Ela é única em sua produção e conservação. O livro mais lido é também o mais perseguido da história, sempre tentaram calar a Bíblia e apesar de toda perseguição e preconceito ela continua ecoando a incrível mensagem de que Jesus veio morrer pelos nossos pecados e nos oferecer perdão e vida eterna. A forma como Deus escolheu deixar um manual de vida para o homem é incrível, Ele usou diferentes homens para escrever e compilar seu material, sim homens, seria mais fácil crer se falasse que um elefante escreveu a Bíblia? Acho engraçado as pessoas duvidarem da Bíblia porque homens a escreveram e compilaram, se Jesus veio em forma de homem para salvar os homens (seres humanos), o que pode ser mais sensato que usar homens para escrever sua palavra? Não consigo pensar em uma ideia melhor, se Ele tivesse ordenado a um anjo escrever a Bíblia seria mais fácil de acreditar? Claro que não, seria ainda mais difícil, mas apesar de ter usado homens o verdadeiro autor é o próprio Deus, Ele usou homens falíveis para escrever verdades infalíveis, Ele mesmo inspirou esses homens, não só para escreverem, mas também para compilarem, a sua grande maioria não tinha ideia que seus textos e cartas seriam parte do manual de vida de Deus para os homens. Diferentes autores que viveram em distintas épocas (muitos nem se conheceram) escrevem sobre a mesma verdade sobre Jesus, não existe outro livro com aproximadamente 40 autores que variam entre reis e escravos, pobres e ricos, pescadores e guerreiros, jovens e idosos e que levou 1.500 anos de produção que tenha um foco central que não varia, de Gênesis a Apocalipse vemos o decorrer do plano maravilhoso de redenção do homem, isso por si só já é um milagre!

Discernir que a essência da Bíblia provém de Deus não é uma tarefa tão difícil, um livro que ensina a perdoar, a amar o próximo como a si mesmo e fazer o bem inclusive aos inimigos não poderia ter sido inspirado por um ser humano rancoroso e egoísta.

6 – Creio na Bíblia porque ela é uma biblioteca divina.
A Bíblia contém não somente um livro, mas 66 livros sensacionais, uma verdadeira biblioteca divina que contém: Profecias, história, leis, poesias, músicas, literatura sapiencial, cartas, biografias, oratória, parábolas, filosofia, dramas, exposições e sermões. E ainda tem gente que diz que a Bíblia é pra gente ignorante… é possível fazer um suicídio intelectual lendo qualquer outra coisa, menos a Bíblia.

7 – Creio na Bíblia porque ela não me exige tanta fé como a ciência.

Para acreditar na comunidade científica tenho que voltar bilhões de anos, para crer na Bíblia somente alguns milênios, além disso, é muito mais lógico crer no posso ver e experimentar do que numa teoria furada sem evidências, a comunidade científica afirmava que segundo as “evidências” a idade da terra era de 100 mil anos, depois passaram a dizer que segundo novas “evidências” a terra tinha 4,5 bilhões de anos!!! De 100 mil saltaram pra 4,5 BI-lhões, não foi uma pequena mudança, mas um tiro as cegas gigante! Quero dizer, até a previsão do tempo consegue oscilar menos em suas previsões! Quem garante que não farão uma nova “descoberta” e orgulhosamente afirmarão que na verdade a terra tem 8 trilhões de anos?

Não sou contra a ciência, inclusive sou um grande admirador de toda tecnologia e dos avanços que a ciência pode fazer, o problema é que por mais que a ciência seja muito útil no que se refere à medicina por exemplo, é totalmente atrasada no que se refere a assuntos que tem a ver com Deus.

Para compreender o mundo temos basicamente 3 fontes de conhecimento: razão, experiência (que são fundamentais e tem o seu valor) e por fim temos a revelação, que é a palavra de Deus revelada ao homem. A razão e a experiência explicam muitas coisas, mas deixam sem respostas diversas perguntas:

Qual o propósito da vida? Para onde vamos depois que morremos? De onde viemos? Quem é Deus?

Essas respostas só podemos encontrar através da revelação, esse é o motivo pelo qual Deus deixou sua palavra para termos acesso. Se eu quisesse provar cientificamente que um pedaço de madeira boia num copo plástico cheio de água eu teria que fazer uma demonstração disso, teria que pegar a madeira, deixá-la boiando e então diria: ok, agora está provado cientificamente que esta madeira boia nesse copo de água. Essa seria uma evidência cientifica. A teoria de Darwin não é cientifica porque não existe evidência, não é observável, recentemente lançaram o vídeo Deus x evolução – sacudindo os fundamentos da fé, onde diversos ateus e professores de biologia tentaram dar uma única evidência observável da teoria de Darwin, eles se esforçaram, mas o fato é que depois de muito empenho ninguém conseguiu dizer uma evidência, o peixe continua sendo peixe, a bactéria continua sendo bactéria, o passarinho continua sendo passarinho, não há nenhuma mudança de espécie, é uma simples teoria que exige MUITA fé dos seus seguidores porque não é observável! Deixo aqui o link para quem ainda não viu, vale a pena:

Observando a criação, é muito mais fácil crer que existe um Deus criador, negar Deus é como olhar um fruto e negar que existe a árvore, ou olhar uma fumaça e negar que existe fogo (ou algo que o produza porque por si mesmo ele não existe)! É uma questão de inteligência e não de fé!

Crer em Jesus embora envolva fé também tem muito a ver com inteligência, é só olhar pra história da humanidade, ela está dividida no meio: A.C (antes de Cristo) e D.C (depois de Cristo), como que um simples homem que morreu aos 33 anos de vida (numa época que não existia a tecnologia de hoje) iria conseguir perpetuar seu ensino através de milênios se não tivesse de fato ressuscitado? Alguém me cite o nome de um impostor que contava historinhas bonitinhas pra enganar as pessoas naquele tempo histórico e conseguiu seguidores como Jesus teve e continua tendo e conseguiu gerar o impacto no mundo que Jesus gerou? Não tem, podemos pesquisar exaustivamente e não vamos encontrar, não no mesmo período histórico, não na mesma proporção e nem que tenha crescido ao longo da história. Somente pelo impacto e repercussão de Jesus no mundo é mais fácil crer que Ele é Deus do que um mero impostor, impostores não conseguem os resultados que Jesus conseguiu, crer que Ele foi somente um homem bonzinho com muito carisma, mas que mesmo sem ser Deus conseguiu fazer o que fez? Isso sim exige uma grande e absurda dose de fé, e uma fé bem cega por sinal!

8 – Creio na Bíblia porque ela funciona.
É impossível aplicar os princípios da Bíblia no casamento, nas amizades, no trabalho e em outras áreas da vida e não dar certo. Se buscamos a Deus de coração mesmo e vamos a Bíblia com o intuito de aprender o conselho de Deus para as coisas práticas da vida, vamos ver resultados concretos. Ela não falha. Eu posso passar a vida discutindo se um determinado remédio cura a dor de cabeça ou não e nunca prová-lo, ou posso ter um histórico de dores de cabeça que desapareceram tomando esse remédio e ainda que não saiba dizer uma explicação química completa e detalhada de como o remédio age no meu corpo eu poderia dizer: Eu sei que funciona e sempre funcionou. Sempre falo que Deus não é somente para ser estudado, mas principalmente experimentado. Prove, você que está lendo e acha que a Bíblia é um conto de fadas, vá ao livro de provérbios no velho testamento e comece a aplicar os ensinos que estão aí na sua vida, tente fazer isso por um tempo e veja se é “papo pra boi dormir” ou se funciona.

9 – Creio na Bíblia porque as profecias que estão aí são infalíveis e a história demonstra isso.
Acho muito engraçado quando acaba um jogo de futebol e os torcedores levantam cartazes com a frase: Eu já sabia! É fácil fazer isso depois que o juiz apita, mas enquanto o jogo tá acontecendo são outros 500. A Bíblia contém profecias que ainda vão acontecer e contém profecias que já se cumpriram, escrever do passado é fácil, qualquer um que não seja analfabeto pode fazer isso pesquisando, agora escrever do futuro e DEPOIS que o evento acontece poder dizer: eu avisei! Só a Bíblia pode. Quando lemos sobre terremotos e catástrofes naturais, não ficamos impressionados porque já nos acostumamos a ligar a TV e escutar, mas a palavra de Deus já alertava tudo isso num tempo onde esses eventos não eram normais, onde não era rotina. Diferente do horóscopo que é totalmente vago, abstrato e evasivo, escrito e manipulado por homens, a Bíblia é divinamente inspirada, compilada, preservada e traduzida, e tem sobrevivido a todas as perseguições da história, mudando vidas, culturas e nações.

10 – Creio na Bíblia porque tenho um relacionamento pessoal com o autor dela.
Ninguém pode negar uma experiência pessoal, ninguém pode me dizer: Rodolfo, Jesus está morto e não ressuscitou, não tem revista de ciência, argumento ou “evidência” que faça eu negar minha própria história, eu sei que Jesus me perdoou, eu sei que Ele vive e é Deus porque tenho uma amizade pessoal com Ele, quando oro posso sentir sua presença, sei que ele me escuta e também posso ouvi-lo, hoje moro em outro país justamente por ter tido uma direção clara de fazer isso, não tenho como negar! Um ateu pode dizer que sofro de delírio religioso, ou inventar uma síndrome qualquer, e se ouvisse minha história de vida a cada 5 minutos ia dizer: isso foi sorte, isso foi coincidência, isso foi o poder da sua mente (essa última é a “melhor”, a AIDS então já teria cura, afinal é só mentalizá-la).
Não preciso de uma evidência “científica” pra me relacionar com Jesus, assim como não preciso que um cientista me garanta que minha esposa é fiel, eu sei que ela me ama e é fiel porque sei, porque a conheço e me relaciono com ela, ponto. Se alguém me entrega um livro e diz que minha esposa que escreveu, eu posso ler e saber se de fato isso é verdade, por quê? Por que a conheço, é minha esposa, tenho condições de ver o conteúdo e confirmar ou não a autoria.

Sem ter essa relação pessoal com Jesus não tem como ler a Bíblia com a perspectiva correta, é impossível, é um livro que fala de milagres, do começo ao fim, se vou ler a Bíblia sem essa relação pessoal com Deus, vou fazer questionamentos meramente naturais como:

– Se a Bíblia é verdadeira como que na arca de Noé os animais não se mataram? Como que um bicho não comeu o outro? Isso é impossível…
– Como que um homem ficou 40 dias sem comer e não morreu? Isso é impossível…
– Como que um cego de nascença foi curado e passou a ver? Isso é impossível…
– Como que um mero homem como Pedro conseguiu andar sobre as águas? Isso é impossível…
– Como que os primeiros homens viviam 800/900 anos? Isso é impossível…
– Como Deus criou a terra em 7 dias? Isso é impossível…
– Como a sombra de um homem curava pessoas? Isso é impossível…
– Como que um homem ficou 3 dias dentro de um peixe grande e sobreviveu? Isso é
impossível…

Enfim, de gênesis a apocalipse poderíamos ler e dizer: Isso é impossível… mas quando vc tem uma amizade pessoal com Jesus e vê no seu dia à dia coisas naturalmente impossíveis acontecerem vc consegue ver que nada é mais lógico do que Deus fazer coisas impossíveis, senão qual seria a grande diferença do poder divino e do poder humano?
3D

Se vamos a um cinema 3D sem óculos 3D não vamos conseguir ver a perspectiva correta do filme, com certeza vamos ficar entediados, não vamos entender a reação das pessoas que vendo o mesmo filme com os óculos se divertem e até “desviam” dos objetos que “saltam” da tela, resumindo, não vai ter a menor graça e não vai fazer sentido algum. O problema é o filme? São as pessoas? É o lugar? Não, o problema é a ausência do óculos que te possibilita ver o filme da forma correta, em 3D. A Bíblia é assim, é o filme, o cinema é a igreja, e aquele camarada incrédulo que vai e volta igual pra casa e não consegue ver a menor graça e sentido é o espectador sem o óculos 3D, sem o Espírito Santo, sem ter uma amizade PESSOAL, tudo o que ele escuta é somente informação religiosa que bate na sua mente, é reprovada pelos seus sentidos racionais e não desce pro coração.

Lembro-me de um dia que conversando com um amigo incrédulo (que adorava ridicularizar crentes) lhe perguntei: E vc? No que vc crê? Não acredita em Deus? Ele disse que não, aí perguntei: mas e Jesus? O que vc acha dele? Um cara inteligente como vc deve saber que não se pode simplesmente negar a existência Dele! Aí ele disse que não acreditava que Jesus era isso tudo o que falam dele (Deus), então eu falei que se ele desse somente uma única oportunidade pra Jesus se revelar a ele com certeza Jesus o faria e aí ouvi a resposta mais incrédula e desprovida de sentido: Isso (de eu dar uma chance a Jesus) não vai acontecer porque eu não creio. É como eu contar a alguém que sei fazer malabares com 4 bolinhas e essa pessoa duvidar, aí eu digo: então olha aqui que eu faço, vou te mostrar que consigo! E a pessoa fala que não vai nem olhar porque não acredita! Total sem sentido…

Sempre falo que muitos conhecem a história de Jesus mas poucos conhecem o Jesus da história, são 2 coisas bem diferentes, uma coisa é o enredo, outra é o personagem. Talvez vc já tenha ouvido dezenas de pessoas falando sobre Jesus, quem sabe muitos eram picaretas, oportunistas, outros falavam uma coisa mas levavam uma vida hipócrita fazendo a mensagem perder crédito pela inconstância do mensageiro, ou talvez ouviu diferentes pessoas falarem de Jesus com ideias muito polêmicas e distintas entre si, ou talvez vc tenha lido muitos livros com muitas versões diferentes da vida de Jesus, mas sabe qual a boa notícia? Você não precisa depender de todas essas informações desconexas, você não precisa depender de uma grande descoberta arqueológica ou científica, ou mesmo de uma explicação teológica completa, você pode tirar essa história se Jesus é Deus mesmo e se Ele realmente venceu a morte e vive por si mesmo! VOCÊ pode experimentar Jesus, pode tirar a limpo se a Bíblia é um blá blá blá qualquer ou se verdadeiramente é a palavra de Deus para o homem. Pode falar agora mesmo no seu coração: Jesus, já ouvi tanta coisa a seu respeito que nem sei por onde começar, já falaram que você tá morto, outros que você ressuscitou e tá vivo, eu quero sair dessa indefinição, se você realmente é real, se é verdade mesmo que você veio a esse mundo morreu por mim, para me perdoar dos meus pecados e ao terceiro dia você venceu a morte e ressuscitou, então me mostra, se revela a mim, não quero ter uma fé cega mas também não quero ter uma incredulidade cega, se você é real eu estou aberto pra que o teu poder se manifeste na minha vida! Pode vim sobre mim com teu Espírito Santo! Eu quero enxergar a tua palavra com a perspectiva correta!

Se vc falar isso sinceramente de coração e de fato crendo, se prepare, uma aventura muito doida e inesquecível vai começar na sua vida! Se vc tem uma Bíblia em casa comece ler o livro de João no novo testamento e vai lendo os livros que vem em seguida, no velho testamento tem um livro que se chama provérbios, leia um capítulo por dia, ao final de um mês vc já vai ter lido todo o livro. E por fim, comece a aplicar os princípios e conselhos que está aprendendo aí, não deixe a Bíblia empoeirada aberta no salmo 91 sem ler, como se fosse um “espanta mal olhado”, mas torne-a parte da sua vida prática, e se prepare pra uma visita divina, que não será inesperada!

Deus abençoe,
Rodolfo